Psicologia clínica

Síndrome de Balint: o que é, causas, sintomas e tratamento

 
Alejandro Garcia Mingrone
Por Alejandro Garcia Mingrone. 30 junho 2022
Síndrome de Balint: o que é, causas, sintomas e tratamento

O mundo é percebido através de diferentes sentidos, mas muitas práticas desenvolvidas atualmente demonstram que existe um predomínio da visão sobre o restante dos sentidos. É compreensível que a visão tenha uma grande influência, pois o mundo atual apresenta diversas particularidades que são observáveis através da visão. No entanto, isto desperta uma grande pergunta: O que acontece quando não contamos com a visão como uma forma possível de apreciar alguma coisa? O que poderia ocorrer quando existem dificuldades no que diz respeito a este sentido?

Existem pessoas que sofrem alterações no sistema visual que as impedem de compreender os objetos que aparecem em suas vidas. Esta problemática dá lugar a diversas complexidades que afetam o desenvolvimento dos relacionamentos interpessoais. Contar com dados irrefutáveis sobre este tema pode fornecer ferramentas para enfrentá-la. Por isso, neste artigo de Psicologia-Online, falaremos sobre a Síndrome de Balint: o que é, causas, sintomas e tratamento.

Índice
  1. O que é a síndrome de Balint
  2. Causas da síndrome de Balint
  3. Sintomas da síndrome de Balint
  4. Tratamento da síndrome de Balint

O que é a síndrome de Balint

A síndrome de Balint é uma alteração médica vinculada à lesões cerebrais em diferentes setores do córtex cerebral. Como consequência o sistema visual é alterado, visto que existe uma relação direta entre a visão e o lóbulo parietal posterior.

Dito de outra forma, a síndrome de Balint é uma doença neurológica que implica uma desorientação no campo visual da pessoa que sofre com ela. Esta doença desencadeia as seguintes consequências:

  • Apraxia: dificuldade na coordenação que impede o controle do movimento intencional, por exemplo, mover um objeto.
  • Simultanagnosia: impossibilidade de ver dois objetos em conjunto ao mesmo tempo.
  • Agnosia: dificuldade de reconhecer diversos objetos.
  • Ataxia ótica: impossibilidade de coordenar o campo visual e motor.

Causas da síndrome de Balint

Esta patologia pode se manifestar devido a diferentes fatores. A seguir, desenvolveremos as principais causas da síndrome de Balint:

  • Danos neurológicos: na grande maioria dos casos, a síndrome de Balint é produzida devido a lesões em diversas áreas do cérebro. Dessa forma, os acidentes cerebrovasculares e os traumatismos cranioencefálicos podem gerar uma falta de irrigação sanguínea que causa esta doença.
  • Doenças neurodegenerativas: é possível que existam outras alterações que atuem como desencadeantes da síndrome de Balint como, por exemplo, a demência. Neste artigo você encontrará informações sobre os transtornos neurocognitivos: o que são, tipos, causas e tratamento.
  • VIH: esta doença também pode estar vinculada com a síndrome de Balint devido aos efeitos prejudiciais que ocasiona no organismo humano.
Síndrome de Balint: o que é, causas, sintomas e tratamento - Causas da síndrome de Balint

Sintomas da síndrome de Balint

A fim de dar maior clareza sobre esta doença neurológica, a seguir, te mostraremos os sintomas da síndrome de Balint mais importantes:

  • Alterações na coordenação visual.
  • Incapacidade de reconhecer objetos cotidianos.
  • Dificuldade de seguir um mesmo objeto dentro do campo visual.
  • Impossibilidade de reconhecer dois objetos que se encontram dentro do campo visual.

Cabe mencionar que a presença de alguma destas características da síndrome de Balint não implica necessariamente que se sofra da doença. Para determinar a presença deste quadro clínico, é imprescindível que o diagnóstico seja realizado por um profissional de saúde.

Tratamento da síndrome de Balint

Apesar das consequências que este quadro clínico produz, atualmente, existem formas de tratar a síndrome de Balint de forma eficaz. A seguir, te mostraremos os melhores tratamentos desta doença neurológica:

  • Terapia ocupacional: um espaço dedicado a fornecer determinadas estratégias terapêuticas que permitam realizar atividades cotidianas ao paciente. Mais especificamente, a terapia ocupacional é uma área que se foca na ajuda de pessoas com diferentes alterações, tanto físicas como cognitivas. Portanto, os pacientes com síndrome de Balint podem melhorar graças aos recursos da terapia ocupacional.
  • Tratamento paliativo: mesmo que a síndrome de Balint não tenha uma cura que interrompa os sintomas, é certo que podem ser reduzidas sob determinados tratamentos. Os tratamentos paliativos servem para cuidar e prevenir os efeitos secundários derivados desta condição clínica.
  • Terapia psicológica: além de se tratar de uma doença neurológica, é importante prestar atenção aos efeitos que pode causar nos pensamentos, emoções e comportamentos da pessoa. Por isso, a terapia psicológica ajuda a superar situações complicadas de um modo mais ameno.
Síndrome de Balint: o que é, causas, sintomas e tratamento - Tratamento da síndrome de Balint

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Síndrome de Balint: o que é, causas, sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • Carvajal-Castrillón, J., Gil Aguirre, L., Lopera Restrepo, F. (2009). Agnosia visuoespacial progresiva: un caso de atrofia cortical posterior. Revista CES Psicología, 2 (1), 65-78.
  • Custodio, N., Lira, D., Herrera Pérez, E., Montesinos, R., Guevara-Silva, E., Núñez Del Prado, L., Castro-Suárez, S., Mar, M., Cuenca, J., Cortijo, P. (2013). Dos casos de atrofia cortical posterior, la demencia que inicia con síntomas visuales. Revista Neuropsiquiatría, 76 (4), 273-280.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 3
Síndrome de Balint: o que é, causas, sintomas e tratamento