menu
Partilhar

Síndrome de Rapunzel: sintomas, causas e tratamento

 
Por Equipe editorial. 8 outubro 2021
Síndrome de Rapunzel: sintomas, causas e tratamento

Você já ouviu algo sobre a síndrome de Rapunzel? Assim é chamada a condição de uma pessoa que ingere seu próprio cabelo. Mas por que uma pessoa faria isso? Nesse artigo de Psicologia-Online, você saberá do que se trata a Síndrome de Rapunzel, quais são suas causas e qual seu tratamento.

Apesar de ser um transtorno não tão comum, possui graves consequências, por isso, é importante prestar atenção aos sintomas da síndrome de Rapunzel e pedir ajuda profissional quando esses sintomas forem apresentados.

O que é a síndrome de Rapunzel

A síndrome de Rapunzel é um transtorno psicológico, também denominado tricofagia, que pode aparecer em mulheres jovens, no qual a pessoa ingere seu próprio cabelo e como resultado ganha uma obstrução intestinal. Essa síndrome está muito relacionada com a tricotilomania, um transtorno psicológico que consiste em arrancar seus próprios cabelos para aliviar a tensão.

O nome Rapunzel, que é como se conhece a síndrome, é devido à personagem do conto de histórias infantis dos irmãos Grimm. Rapunzel é a menina de cabelos compridos que joga suas tranças e, por ser um transtorno que se trata sobre cabelo, deu origem ao nome.

Como essa síndrome é classificada? A síndrome de Rapunzel ou tricofagia, por possuir caráter compulsivo, é classificada dentro dos transtornos de controle de impulsos (TCI), categoria na qual podemos encontrar transtornos como a cleptomania ou a piromania.

Na síndrome de Rapunzel a pessoa arranca seu próprio cabelo, saboreia e morde ele e, finalmente, o engole. Também podem chegar a ingerir cabelos alheios. De acordo com especialistas, com o tempo, esses pacientes acabam desenvolvendo uma espécie de ritual, e seu comportamento pode incluir também os cabelos das sobrancelhas e dos cílios.

Sintomas da síndrome de Rapunzel

Além do problema de arrancar o próprio cabelo, essa síndrome pode causar sintomas em todo o aparelho gastrointestinal. Vejamos os sinais e os sintomas da síndrome de Rapunzel:

  • Arrancar o cabelo
  • Morder o cabelo
  • Engolir o cabelo
  • Dor abdominal
  • Vômito
  • Constipação
  • Diarreia
  • Perda de peso

O que causa a síndrome de Rapunzel?

Por que as pessoas têm a síndrome de Rapunzel? Se trata de um transtorno em que o indivíduo tem um perfil obsessivo-compulsivo, e sua conduta é arrancar seu próprio cabelo e ingeri-lo, portanto, as causas não são completamente conhecidas.

Por outro lado, estudos realizados com pessoas que sofriam com essa síndrome afirmam que ela está relacionada a problemas de ansiedade, problemas depressivos e de baixa autoestima.

A ansiedade se apresenta ao indivíduo como uma angústia intensa, em que, inclusive, podem surgir sentimentos de desespero e incômodos que afetam sua vida.

Dessa forma, quando falamos do comportamento obsessivo-compulsivo, trata-se de pensamentos ou impulsos que ocorrem frequentemente, ou seja, a pessoa não consegue controlar, mesmo que queira. As obsessões surgem enquanto a pessoa está pensando ou fazendo outras coisas. E, também, as obsessões geralmente causam grande angústia e ansiedade.

Diagnóstico da síndrome de Rapunzel

Especialistas afirmam que o diagnóstico não é fácil, porque muitas vezes a pessoa nega que está ingerindo cabelos, ou seja, oculta as informações sobre a tricofagia. Para poder dar o diagnóstico, os métodos mais utilizados são a ultrassonografia, a endoscopia digestiva e a tomografia computadorizada.

Ao ingerir o cabelo, quando ele chega ao estômago, não é digerido, porque o trato gastrointestinal humano é incapaz de digerir sua composição, então, ele permanece ali por um longo período de tempo. Com o aumento da ingestão de cabelo, vai se formando uma grande bola de cabelo no estômago, que se chama tricobezoar.

Qual a cura para isso? A única maneira de extrair essa bola de cabelo é por meio de cirurgia. Essa bola pode causar dores gastrointestinais e, em casos mais graves, pode causar uma obstrução do trato intestinal.

Agora que você já sabe o que é a síndrome de Rapunzel, vamos falar dos tratamentos existentes.

Síndrome de Rapunzel: sintomas, causas e tratamento - Diagnóstico da síndrome de Rapunzel

Tratamento para a síndrome de Rapunzel

É importante focar o tratamento na eliminação dos comportamentos compulsivos, visto que isso é muito grave. Para isso, é indicada a terapia cognitivo comportamental com o objetivo de tratar os pensamentos compulsivos e, também, os sintomas ansiosos e depressivos. Acima de tudo, tratando o comportamento de arrancar e engolir os cabelos.

Também seria indicado realizar uma avaliação neuropsicológica, pois dessa forma pode ser realizado um estudo mais completo, e é uma forma de obter uma perspectiva a partir de um ponto de vista orgânico. Dessa forma, não se resumiria a apenas uma visão psicológica, mas também neurológica, proporcionando avaliar as funções cerebrais, verificando se há algum dano cerebral que possa estar motivando esses comportamentos compulsivos que levam a pessoa a ter determinadas atitudes.

Você pode recorrer a um especialista para realizar a prescrição de remédios direcionados para ansiedade e depressão, visto que esses sintomas estão associados ao transtorno.

Com certeza, se trataria de um trabalho multidisciplinar, porque seria necessária a presença de profissionais da saúde tais como:

  • Um gastroenterologista para realizar os exames necessários relacionados ao aparelho digestivo.
  • Um psicólogo para acompanhar o caso, realizando terapia com objetivo de diminuir e eliminar os sintomas do transtorno.
  • Um psiquiatra para prescrever os remédios necessários para o tratamento da síndrome.

Agora que você conhece melhor a síndrome de Rapunzel, viu o que causa a tricobezoar e os tratamentos possívels, talvez você possa se interessar por este artigo sobre o que significa sonhar com cabelo caindo.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Síndrome de Rapunzel: sintomas, causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • American Psychiatric Association. (2014). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. Porto Alegre: Artmed.
  • Soria, M., Betancout, M., Moyon, M., Chavez, J. Abarca, F., Robles, C. (2019). Síndrome de Rapunzel gigante con complicación atípica: Reporte de un caso.Revista de Gastroenterología del Perú, 39(1), 74-77. Disponível em: <http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1022-51292019000100011&lng=es&tlng=es>. Acesso em 6 de outubro de 2021.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Síndrome de Rapunzel: sintomas, causas e tratamento
1 de 2
Síndrome de Rapunzel: sintomas, causas e tratamento

Voltar ao topo da página