Crescimento pessoal e autoajuda

Bem-estar emocional: o que é e como melhorá-lo

 
Equipe editorial
Por Equipe editorial. 2 fevereiro 2023
Bem-estar emocional: o que é e como melhorá-lo

Hoje em dia não é fácil se sentir bem consigo mesmo/a e com nosso entorno. Por isso, é importante falar do bem-estar emocional, isto é, de que podemos fazer para potencializar as emoções positivas ou prazerosas e deixar de lado as negativas ou dolorosas.

A seguir, neste artigo de Psicologia-Online, te ensinaremos como melhorar seu bem-estar emocional e, portanto, ser mais feliz. É importante aceitar a dor, ser grato/a, deixar que as emoções fluam, tanto as agradáveis como as desagradáveis, escrever sobre isso e ter presente a relação que existe entre os sentimentos e as emoções.

Índice

  1. Aceitar a dor
  2. Seja grato/a
  3. Deixar que as emoções fluam
  4. Escrever o que sente
  5. Ter consciência sobre a relação entre os sentimentos e as emoções

1. Aceitar a dor

Como se pode conquistar o bem-estar emocional? Em primeiro lugar, o mais importante é aceitar que somos seres humanos e que sentimos emoções de todo tipo, tanto prazerosas como dolorosas. Esta aceitação é fundamental porque é o que nos permite alcançar o bem-estar emocional. No entanto, muitas pessoas rejeitaram esta aceitação para evitar sentir dor, pois a associam com uma fraqueza e isso geralmente não agrada.

Ainda assim, se refletirmos um pouco nos daremos conta de que, apesar da dor que as emoções dolorosas nos geram, estas não são tão ruins e é pior não experimentá-las do que enfrentá-las. Quem perde um ente querido e não sente tristeza? É impossível não sentir nada.

O grande poeta libanês Kahlil Gibran escreveu "sua alegria é sua versão desmascarada e o poço do qual brota seu sorriso muitas vezes foi cheio por suas lágrimas", e de que outra maneira poderia ser? Quanto mais profunda for a dor em seu ser, mais alegria poderá conter". No poema está se referindo àquelas pessoas que sejam capazes de sentir e superar emoções dolorosas serão mais capazes de sentir e de desfrutar das emoções prazerosas plenamente. Neste artigo você verá como controlar as emoções, sejam agradáveis ou desagradáveis.

2. Seja grato/a

Se você quer melhorar o bem-estar emocional, é fundamental que seja uma pessoa grata, seja contigo mesmo ou com os outros. A gratidão é uma pílula maravilhosa para ter uma vida emocional mais prazerosas e é muito importante apreciar tudo o que se tem. De fato, os significados de apreciar incluem que, por um lado, uma pessoa mostre e expresse gratidão por outra pela estima que tem por ela e, por outro lado, também significa colocar valor ao outro.

Sendo assim, ser grato significa iniciar um processo de descentralização pessoal, isto é, deixar de ser o centro para dar mais importância aos outros. O psicólogo Robert Emmons, um dos principais investigadores e autor de livros como Thanks! e The little book of gratitud, afirma que colocar em prática ações de gratidão gera bem-estar emocional, melhora as relações pessoais e permite identificar o que é relevante na vida de cada um/a.

O resultado de agradecer requer previamente identificar quais são as coisas pelas quais se quer dar graças, e logo expressá-las na forma de pensamento ou por escrito. É importante conhecê-las e relembrá-las de forma contínua.

Bem-estar emocional: o que é e como melhorá-lo - 2. Seja grato/a

3. Deixar que as emoções fluam

Se seu objetivo é alcançar o bem-estar emocional, é imprescindível que aceite que as emoções dolorosas fazem parte da natureza humana. Deve estar disposto/a a senti-las para poder superá-las, mas, como fazer isso? Se quer superar, deve fazer com que fluam e não se instalem em seu interior. Te contamos como fazer isso a seguir:

  • Falar disso: as pessoas têm a necessidade de explicar aquilo que nos machuca para nos liberar e para que saia de nosso interior.
  • Escrever sobre o que sente: outra forma de superar as emoções dolorosas é escrever sobre elas. Uma prática muito mais efetiva que expressá-las verbalmente. Escrever sobre as coisas que doem é muito curativo e faz com que a dor vá desaparecendo pouco a pouco.

Neste artigo você encontrará mais informações sobre como curar suas feridas emocionais.

4. Escrever o que sente

Geralmente lembramos com frequência as emoções positivas ou prazerosas. Nos divertimos com elas, pois nossa mente não diferencia entre as experiências reais e as recordações. Neste sentido, ter boas recordações é um grande tesouro para a felicidade futura.

Por outro lado, na hora de superar as emoções negativas será bom falar ou escrever sobre elas. Existe uma frase muito popular na psicologia positiva, cuja origem é desconhecida que diz o seguinte: "A dor é inevitável, o sofrimento é opcional". Esta frase explica perfeitamente as duas ideias que acabamos de expor.

Bem-estar emocional: o que é e como melhorá-lo - 4. Escrever o que sente

5. Ter consciência sobre a relação entre os sentimentos e as emoções

Um dos aspectos mais importantes para melhorar o bem-estar emocional é a relação entre os pensamentos e as emoções. A psicologia cognitiva aprofunda neste aspecto. A ideia é aceitar que existe tal relação e que tanto os pensamentos como as emoções se influenciam entre si, portanto temos a oportunidade de controlar os pensamentos.

Por exemplo, se diz que 90% dos pensamentos que nos preocupam nunca se produziram, então, para que tê-los? Em outras palavras, podemos tentar controlar nossos pensamentos para que não nos causem emoções dolorosas. A esta ideia também se conhece como "reimaginar as situações" que vivemos para mudar o que pensamos, e por fim, o que sentimos.

Finalmente, se quiser saber como atrair energia positiva, não perca o vídeo que te deixamos a seguir.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Bem-estar emocional: o que é e como melhorá-lo, recomendamos que entre na nossa categoria de Crescimento pessoal e autoajuda.

Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 3
Bem-estar emocional: o que é e como melhorá-lo