Psicologia clínica

Medo de elevador: como combatê-lo

 
Equipe editorial
Por Equipe editorial. 11 novembro 2022
Medo de elevador: como combatê-lo

Chamamos de fobia aqueles medos intensos e irracionais que alteram nossa estabilidade emocional. No entanto, podem ser superados e tratados, seja sozinho/a ou com ajuda psicológica. Hoje queremos te falar de uma fobia específica: a fobia dos elevadores.

A seguir, neste artigo de Psicologia-Online, te daremos algumas dicas sobre o Medo de elevador: como combatê-lo. Vamos te ajudar a entender o que o causa e qual é a melhor maneira de enfrentar isso.

Índice
  1. Como se chama o medo de elevadores
  2. Por que tenho medo de elevador
  3. Como perder o medo de andar de elevador

Como se chama o medo de elevadores

As fobias que podem levar alguém a ter medo de elevador podem ser diferentes. Isso dependerá de qual é o gatilho que gera o medo. Ter medo de elevadores está diretamente relacionado com a claustrofobia, nome que se dá ao medo de lugares fechados, muito pequenos ou com dimensões limitadas, como a cabine de um elevador.

Mesmo assim, não é a única fobia que pode provocar o medo de elevadores. A acrofobia, ou medo irracional de altura, também pode provocar medo de elevador, tanto por sua estrutura como por sua funcionalidade.

Por que tenho medo de elevador

Identificar os sintomas e as causas que provocam a fobia de elevadores é fundamental para poder superar este medo. Para isso, é preciso analisar o momento em que o medo irracional acontece e, desta forma, definir o tipo de fobia que está o provocando.

No caso de que o medo de elevadores se manifeste assim que se entra na cabine, isso indicaria que a claustrofobia é a causa principal. Por outro lado, se a ansiedade for aumentando à medida que o elevador vai ganhando altura, a origem do medo será a acrofobia. Um dos principais motivos do medo de elevadores deriva do medo de ficar presto, portanto, é essencial saber o que fazer se você ficar preso em um elevador e evitar assim que o medo te paralise.

Geralmente, estas fobias costumam se manifestar através dos seguintes sintomas:

  • Aceleração da respiração.
  • Aumento do ritmo cardíaco.
  • Tensão muscular.
  • Tonturas.
  • Náuseas.
  • Vômitos.

Além dos sintomas físicos, as pessoas que sofrem este tipo de fobias experimentam uma sensação de irrealidade, obsessão ou visualização de imagens catastróficas provocadas pelo medo de perder o controle da situação por completo.

Como perder o medo de andar de elevador

Se você se pergunta como perder o medo de elevador, deve saber que é possível colocando em prática diversos recursos que te permitirão controlar a ansiedade que esta sensação desagradável provoca. A seguir, te damos os melhores conselhos para superar a fobia de elevadores com dados factíveis:

  • Controlar a respiração para mitigar os efeitos da ansiedade e recuperar o ritmo cardíaco. Além disso, desta forma também evitará a sensação de asfixia.
  • Conhecer as características dos elevadores e entender a mecânica que indica como se sustenta e o peso que suportam.
  • Entender que os elevadores contam com medidas de segurança como revisões constantes, telefones de contato, alarmes, sistemas que garantem que a porta não te esmague ou que não deixam você cair no vão.
  • Ter em conta que os elevadores não são cômodos fechados, mas contam com diversas aberturas que permitem a circulação do ar, pelo que a sensação de estar encerrado em uma pequena caixa está em sua cabeça.
  • Existem protocolos no caso de ficar preso que as equipes de manutenção devem realizar e que são efetivos uma vez que se aperte o botão da cabine. O resgate será feito de maneira tranquila e controlada por especialistas para garantir a máxima segurança. Neste sentido, deverá evitar os comportamentos de escape compulsivos que possam aumentar os níveis de estresse e ansiedade.
  • Pedir ajuda ou estar sempre com uma pessoa no elevador para te tranquilizar e te dar sensação de segurança.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Medo de elevador: como combatê-lo, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Medo de elevador: como combatê-lo