menu
Partilhar

Misofonia: o que é, sintomas, causas e tratamento

 
Por Alejandro Garcia Mingrone. 22 outubro 2021
Misofonia: o que é, sintomas, causas e tratamento

A vida cotidiana está cheia de imagens, publicidades, vídeos, sons e ruídos ambientais, entre outros. As grandes cidades se caracterizam por ter níveis de ruído muito elevados e isto pode provocar estresse, ansiedade, raiva e/ou angústia. Muita gente tem reações muito diversas diante desta classe de ruídos. No entanto, existem pessoas com uma sensibilidade especial a ruídos cotidianos como abrir uma porta, uma goteira de água, o apertar de uma tecla do controle remoto ou uma respiração profunda. Estas pessoas podem reagir com muita raiva, ansiedade e/ou estresse diante destes momentos.

Pode ser que tenha ocorrido com você ou que você conheça alguém que sofra disso. Quer saber mais? Neste artigo de Psicologia-Online, te convidamos a continuar lendo sobre a misofonia: o que é, quais são seus sintomas, causas e tratamento.

Misofonia: o que é

A doença da misofonia é um transtorno psicológico caracterizado por uma sensibilidade especial das pessoas que odeiam alguns ruídos cotidianos produzidos por outras pessoas próximas. De forma geral, as reações diante destes sons geralmente são de fúria, ansiedade, agressão e estresse.

O termo "misofonia" pertence ao grego, o qual significa ódio (miso) ao som (fonia). Aqui começam a desempenhar um papel importante os laços sociais e emocionais que a pessoa que sofre de misofonia possui, já que não gera o mesmo impacto um barulho feito por alguém próximo, como um pai, um tio ou um primo, que o som feito por um desconhecido. As pessoas que sofrem de misofonia geralmente possuem uma baixa tolerância a sons cotidianos.

Sintomas da misofonia

É importante conhecer quais são os principais sintomas da misofonia, já que sua detecção nos permitirá ir a um profissional de saúde que determinará o tipo de tratamento para abordar o problema. A seguir, veremos os sintomas característicos deste transtorno:

  • Reações de raiva, pânico, medo e ansiedade diante de sons habituais.
  • Vontade de agredir quem produz os sons como modo de defesa (casos de maior gravidade).
  • Evasão de atividades cotidianas para evitar sons.
  • Hipersensibilidade auditiva.
  • Ações destinadas a evitar barulhos: tapar os ouvidos, pedir à pessoa que não faça barulho e colocar bloqueadores de sons, entre outras.

Devemos destacar que o início dos sintomas pode ocorrer em qualquer momento da vida, sendo mais frequente no final da infância. A gravidade da misofonia dependerá das características da pessoa, já que se deve ter em conta a idade, o contexto familiar, o histórico médico familiar e se a pessoa possui doenças orgânicas preexistentes.

Causas da misofonia

O que causa a misofonia? Os fatores que desencadeiam este transtorno ainda estão sendo estudados, já que é uma área que continua sendo explorada. Não existe uma única causa que explique a origem da misofonia, mas podemos destacar alguns pontos que são importantes na hora de estudar este transtorno. Por isso, vamos descrever as causas principais da misofonia.

Transtornos neurológicos

Quando a pessoa sofre algum transtorno neurológico, interpreta os estímulos auditivos próximos de forma errônea pelo sistema nervoso central. Isto faz com que certos ruídos sejam recebidos com uma sensibilidade muito maior que uma pessoa sem este quadro clínico. Para entendê-lo melhor, vejamos como é o processo de percepção do som:

  1. Os sons são convertidos em sinais neuronais que vão desde o nervo auditivo até o tálamo, uma região do cérebro encarregada do processamento da informação sensorial.
  2. Depois, estes sinais se dirigem até o córtex pré-frontal medial antes de chegar à amígdala. Isto permite que haja uma regulação das emoções de uma pessoa diante dos estímulos que recebe.

No caso das pessoas que apresentam misofonia, não haveria participação do córtex pré-frontal medial, sendo assim as reações diante dos sons passam a ser mais espontâneas.

Experiências desagradáveis ocorridas na infância

Outras das causas da misofonia é que durante a infância, a pessoa com o transtorno viveu uma situação intensa que a marcou com alguma emoção como medo, raiva e/ou ansiedade diante de um som concreto. Isto pode fazer com que o indivíduo reaja da mesma forma diante de sons cotidianos.

Estas são duas hipóteses que poderiam explicar a origem da misofonia, mas é certo que nenhuma delas está completamente demonstrada.

Tratamento da misofonia

Em linhas gerais, este quadro clínico não tem cura e os tratamentos estão destinados a melhorar a qualidade de vida daquelas pessoas que sofram dele. Tanto o diagnóstico como a indicação do tratamento da misofonia sempre devem ser realizados por um profissional da saúde, já que este será o encarregado de avaliar a evolução do paciente tendo em conta as características de cada caso. Para tratar a misofonia se pode recorrer aos seguintes métodos:

  • Terapia comportamental: o tratamento consiste em expor o paciente a situações de ruídos cotidianos com a intenção de que aprenda a ignorá-los.
  • Meditação: esta prática ajuda a reduzir o nível de sensibilidade auditiva da pessoa mediante exercícios de relaxamento corporal e de evasão de pensamentos negativos. Neste artigo, você encontrará mais informações sobre como fazer meditação em casa.
  • Reeducação auditiva: o objetivo deste tratamento é a utilização de elementos como escudos para aliviar a irritação que certos sons produzem.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Misofonia: o que é, sintomas, causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Bibliografia
  • DOMINGUEZ, S., Boccio, C. M., Cabrera, V. (2009). Estudio y tratamiento de la hiperacusia en una unidad de acúfenos. Revista FASO, 16 (2), 1-3.
  • Godoy Dominguez, M. J. (2019). La misofonía en clave estética. THEMATA. Revista de Filosofía. Vol. 60, 77-96.
  • RUSSOLO, L. (1913). El arte del ruido. Cuenca: Centro de Creación Experimental.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Misofonia: o que é, sintomas, causas e tratamento
Misofonia: o que é, sintomas, causas e tratamento

Voltar ao topo da página