menu
Partilhar

Odeio a minha mãe, o que fazer?

Odeio a minha mãe, o que fazer?

A relação entre mãe e filha/o é complexa. Uma pessoa pode experienciar sentimentos ambivalentes de carinho em alguns momentos e de ódio profundo em outros. Em alguns desses momentos, essa pessoa deseja reafirmar a sua própria identidade e forma de ser perante a mãe, uma pessoa idealizada a um nível extremo na infância (algo lógico nessa idade) e cujos defeitos foram descobertos na adolescência. Ou seja, no processo de conhecimento pessoa, a filha ou filho descobrem carências e debilidades na mãe que, um dia, viu como perfeita. Em Psicologia-Online, analisamos a pergunta "por que odeio a minha mãe?". Se você se sente identificado com essa afirmação, te ajudamos a encontrar a resposta.

Também lhe pode interessar: O que fazer quando um homem te ignora

Odeio a minha mãe: 5 causas possíveis

  1. Inveja de um irmão ou irmã. Uma das causa pelas quais você rejeita a sua mãe pode ser o ciúme. Quando uma pessoa sente ciúme de um dos seus irmãos ou irmãs por acreditar que não recebeu o mesmo nível de atenção ou por se sentir na sombra deles. Dessa forma, acabou desenvolvendo um sentimento de ódio em relação à sua mãe. Inveja e ciúme são dois sentimentos que se retroalimentam. Essas sensações podem ser totalmente subjetivas, contudo, a inveja reprimida por muito tempo provoca desgaste. De forma frequente, a inveja que se reprime por muito tempo, já que a pessoa que a sente não costuma reconhecê-la perante os outros.
  2. Uma relação complicada. A relação entre mãe e filho/a costuma ser descrita desde a idealização, no entanto, além do carinho e do próprio laço afetivo, a realidade é que existem casos frequentes de pessoas que têm uma relação complexa com a própria mãe. Uma simples diferença de personalidade pode fazer com que mãe e filho/a não tenham um bom nível de afinidade. Se você acredita que a sua mãe não gosta de você, não perca esse artigo para entender melhor a situação.
  3. Carências afetivas na infância. Mães e pais educam os seus filhos tentando fazer o melhor possível. Porém, são humanos e também cometem erros. Alguns desses erros podem dar lugar a carências afetivas na infância, vazios emocionais que perduram na etapa adulta se o filho/a não atendeu essa dor interna.
  4. Atitudes tóxicas. Além de ser mãe, uma pessoa tem outras qualidades no seu caráter. Atualmente, o termo "pessoas tóxicas" é muito usado. Uma mãe também pode ter atitudes tóxicas que provocam dano no seu filho. É possível que ela adote alguns desses comportamentos repetidos de forma inconsciente. No entanto, a queixa crônica, por exemplo, provoca um desgaste de negatividade que prejudica o estado de humor dos que estão ao seu redor, como se fosse contagiosa. Saiba mais sobre mães tóxicas nesse artigo.
  5. Adolescência. A adolescência é uma etapa especialmente complexa. Uma etapa na qual o jovem se posiciona perante os seus pais buscando a reafirmação da sua própria identidade. Contudo, em simultâneo, o jovem é dependente dos seus pais, os quais necessita de verdade. Esta situação contraditória pode derivar em sensações também contraditórias. Convém notar que a adolescência é um período da vida muito positivo no desenvolvimento da personalidade.
Odeio a minha mãe, o que fazer? - Odeio a minha mãe: 5 causas possíveis

Odeio a minha mãe, o que fazer?

Agora que você já sabe as possíveis causas que respondem à questão "por que odeio a minha mãe?", é importante que você saiba o que fazer quanto a isso para tentar reduzir esse sentimento tão negativo. Esses são os melhores conselhos que podem ser úteis no caminho de quem quer saber o que fazer quando odeia a mãe:

  • Pense em algo pelo qual você sente gratidão. Reflita sobre algo que você possa agradecer à sua mãe, mais além dos defeitos dela, reflexione com o coração para tentar compreender tudo o que ela fez por você ao longo da vida.
  • Perdoe os erros dela. A sua mãe não é a única que te decepcionou ao longo da sua vida, ela é humana. É possível que você também tenha decepcionado a sua progenitora em algum momento? Procure se liberar do rancor através do perdão. A sua mãe é a raiz da sua vida, uma referência constante para você. Portanto, você pode ser feliz de costas para as suas origens.
  • Seja humilde. Muitos filhos/as compreendem muitos dos comportamentos das suas mães quando eles mesmos formam uma família e descobrem, em primeira mão, as dificuldades da responsabilidade familiar.
  • Abrace a sua mãe com o coração. Talvez o ódio te tenha levado a desenvolver uma carapaça. No entanto, o poder de um abraço é tão forte que debilita qualquer muro psicológico.
  • Terapia psicológica. O ódio em relação a uma mãe pode provocar tanto bloqueio cerebral, que isso acaba afetando negativamente outras esferas da vida. Por esse motivo, se você estava passando por uma situação desse tipo e sente que não consegue avançar na direção desejada sozinho, peça ajuda psicológica.
  • Diferença de gerações. Essa distância generacional também marca uma circunstância concreta na relação entre mãe e filho/a. Tente compreender as conotações próprias dessa diferença de idade que influencia a própria experiência de vida. É muito provável que a sua mãe observe muitas questões de maneira diferente da sua. Tente ter empatia em vez de julgar.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Odeio a minha mãe, o que fazer?, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia social.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
48 comentários
A sua avaliação:
ódio
Minha mãe, eu odeio ela. Dês de criança, dês de que pequena, eu odeio ela, odeio com todas as minhas forças. Não consigo explicar, é um ódio tão grande que dá vontade de gritar e sair correndo e chorando por aí. É uma dor tão grande e inexplicável que seu coração parece que foi arrancado fora, você se sente culpado, inútil, se sente triste e simplesmente cansado em um ponto extremo.

Minha mãe teve covid, ela ficou internada no hospital e quase morreu, foi 1 semana. Eu juro que foi a melhor semana da minha vida, como se toda a energia negativa em mim tivesse sumido por 1 semana, mas assim que ela pisou em casa novamente, voltou tudo de novo.

Eu entrei em depressão severa por causa dela e outros fatores que estavam acontecendo comigo, mas ela não ajudava, na verdade ela piorava ainda mais. Coisas como "se sufoca", "relaxada", entre outras.

Ela não tem empatia, é uma mulher fofoqueira, apática, narcisista e competitiva que te destrói por dentro completamente. Ela sabe que a única pessoa que eu me dou bem com é o meu pai, e ela ainda sim vai lá e fala um monte de rumores e mentiras sobre mim que nem são verdades e que ela nem me deixa explicar pra ele, pra eu sair como ovelha negra da história e ele me odiar que nem ela me odeia.

Acho engraçado quando ela diz "a gente nunca vai ser amigas, principalmente com você e essa sua atitude idiota", sendo que quem não quer ser amiga dela sou EU! Deus me livre, a mulher tem 40 anos e faz bullying com adolecentes de 14 anos apenas por serem mais calados. Ela é brava, extremamente rancorosa, você faz algo e ela sem nem mesmo tentar te ouvir começa a reclamar e deduzir apenas ao que ELA quer, como se ela fosse a dona da razão. Grita comigo e depois de te fazer se sentir uma merda, ela nem te dá direito de ficar triste, acredita?! KKKKKJ! Se você se sentir triste, ela vai fazer chantagem emocional com você pra pedir desculpas por algo que você NÃO fez, você é obrigado a pedir desculpas e falar que você é um lixo, um idiota, um merda, pura chantagem, ela tira advantagem de você e te faz se sentir ainda mais mal apenas pra dar prazer a ela, ouvindo que ela que está certa e sempre está, e vendo alguém se lixando aos pés dela enquanto ela posa como se fosse uma rainha. Imagina a frustração que é, ter que se curvar a ela e pedir desculpas por algo que você não fez, literalmente se xingar só pra isso não adiantar nada, porque se você se justificar ela reclama, se você concordar com ela, ela também reclama. Eu odeio, odeio, odeio, odeio, odeio, odeio ela. O pior disso tudo é se sentir ainda pior por odiar ela, porque você sente que não deveria odiar ela, porque ela te ama e tals. Ela não me ama, ela só sente obrigação de cuidar de mim já que saiu do útero dela, ela não sente nada por mim, nunca sentiu e nunca vai sentir. Igualmente eu também nunca vou sentir nada por ela, não preciso me curvar aos pés dela por ela ter me dado vida, VAI SE FUDER CARALHO EU NÃO QUERIA TER NASCIDO, PORQUE VOCÊ VAI COLOCAR A DROGA DE UM FILHO NESSE MUNDO DE MERDA?!?! Ela não quer um filho, ela quer um fantoche pra ela brincar. Ela não respeita nem a própria mãe, minha avó está com depressão, o que ela disse? "Você é fraca, deixa disso, eu já passei por pior". É assim que se trata sua mãe? Eu posso ter passado por um milhão de coisas, mas eu tenho direito de dizer que mesmo eu tendo ódio da minha mãe, nunca abri a boca pra gritar com ela ou falar algo rude pra ela, sempre respeitei ela mas ela nunca me respeitou e nunca vai me respeitar. Não aguento mais isso, ela me tortura mentalmente toda santa hora só pra no final do dia ela vir dizer que me ama e que eu não amo ela de volta e ficar fazendo piada comigo e com o meu corpo só pra ouvir eu dizer "eu também te amo" com a voz trêmula de lágrimas de ódio por saber que só estou dizendo isso de volta porque se eu não respondesse eu seria castigada por isso. Ela te castiga até mesmo por ter sentimentos. Eu odeio, ODEIO ela. M
Equipe editorial (Editor/a de Psicologia-Online)
Oi, mais do que falar com alguém, um acompanhamento profissional te ajudaria muito! Um/a psicólogo/a poderá te ajudar a trabalhar suas emoções e tudo o que você está sentindo. O CVV (Centro de Valorização da Vida) também pode te orientar. Basta ligar gratuitamente para 188.
Um abraço!
A sua avaliação:
Tired
Eu to tão cansada, eu to esgotada. Já não tenho mais com quem falar sobre isso. Minha mãe é tóxica, mas ao mesmo tempo eu me sinto mal por falar isso porque desde sempre tudo o que falam é que não se pode pensar isso de alguém que nos colocou no mundo e nos cuidou. Bem, minha mãe é narcisista, manipuladora, possessiva, competitiva.. enfim, TÓXICA. Eu juro que me esforço, tanto que parei nesse site enquanto pesquisava sobre como lidar com ela. Não encontrei respostas, já tentei de tudo. Eu estou tão CANSADA. Ela abre a boca e eu choro, choro pq não quero odiar minha mãe, eu acho isso feio, mas sinceramente... Não sei mais de nada. Eu machuco o meu corpo e as vezes quebro coisas pequenas para descontar os sentimentos ruins que ela me faz ter. Ela me sufoca, sufoca todos em casa. Minha irmã tem problemas psicológicos que ela causou e eu acredito ter também. Eu s[o quero achar uma maneira de aguentar, de me manter de pé até o dia que eu possa sair de casa e viver bem longe de tudo isso. Eu quero parar de me machucar. Eu quero parar de me sentir mal. Não sei quantas vezes durante toda minha vida eu pensei em tirar minha vida por causa da minha mãe e são nesses momentos que eu me sinto pior por causa daquele pensamento de que não se deve odiar uma mãe, eu discordo desse pensamento de tantas formas, mas não consigo evitar de me sentir mal.
Eu quero paz e quero que minha mãe se livre dessa energia ruim que carrega com ela, eu quero o melhor pra ela mesmo que ela não queira o mesmo para mim. Eu to cansada demais... demais mesmo, só quero que isso acabe
Equipe editorial (Editor/a de Psicologia-Online)
Olá, você já pensou em procurar ajuda psicológica para um acompanhamento personalizado para falar sobre o tema? O CVV (Centro de Valorização da Vida) também pode te orientar. Basta ligar gratuitamente para 188.
Um abraço da equipe editorial de Psicologia-Online!
A sua avaliação:
ODEIO MINHA MAE
MINHA MAE E HORRIVEL ELA ME ENFORCA ENFORCA MEUS IRMAOS ELA CHEGA A TIRA SANGUE DA GENTE E TEM MAIS TUDO QUE AGENTE FAZ POR ELA NUNCA ESTA SATISFEITA EU SEI QUE EU JA LEVANTEI MINHA MAO PRA BATER NELA MAIS ELA SEMPRE NOS MACHUCA ELA FAZ AGENTE DE EMPRRGADOS EU ODEIO MINHA MAE COM TODAS AS MINHAS FORÇAS EU A ODEIO
Equipe editorial (Editor/a de Psicologia-Online)
Olá, você já pensou em procurar ajuda psicológica para um acompanhamento personalizado para falar sobre o tema? O CVV (Centro de Valorização da Vida) também pode te orientar. Basta ligar gratuitamente para 188.
Um abraço da equipe editorial de Psicologia-Online!
A sua avaliação:
Não-vo-revelhar.
Ikwjkala
A sua avaliação:
Anoni
Quantos filhos terríveis, Deus tenha misericórdia de cada um desses. Que tempos difíceis vivemos. Claro, tem mulher que não nasceu e não queria ter sido mãe. Tem as que maltratam seus pequeninos, chegam a matar e, sinceramente, melhor que tenham morrido do que crescer com esse tipo de "mãe". Têm as que dão mais valor a si mesmas e a machos, do que aos filhos que pariu
Mas a maioria gerou e ama suas crias, ainda que, com a ajuda desse mundo podre se tornaram víboras, capazes de odiar e até matar suas mães.
Muitas devem ter se arrependido de ter parido os filhos que têm. Filhos maus e ingratos, mas continua amando, muito.
Cada caso um caso, mas os comentários são assustadores. O amor se esfriou, e começou dentro de casa.
Maria
minha mãe me fala coisa do tipo "eu odeio você" "seria melhor se você nunca tivesse nascido" "você é perguiçosa e não faz nada nessa casa" ela me faz chorar todos os dias, me fez ter transtorno alimentar porque sempre fica falando que eu sou gorda e feia e que preciso emagrecer, tenho depressão por causa dela, você acha mesmo que a culpa é só dos filhos? eu me esforço pra ajudar ela e ela nem valoriza isso, você não sabe o quanto isso dói, eu sinto que ela não me ama
Fa
Sinto muito por isso. De todo meu coração. Imagino como seja pois tive e ainda tenho problemas com a minha. Sofremos com a falta de amor delas. A minha nunca me respeitou como respeita meus irmãos e irmãs. Cresci me sentindo muito abandonada e injustiçada. Não sei e acho que nunca saberei porque ela não gosta de mim.
Resolvi falar francamente com ela.
Sou cristã faz um tempo. Disse a ela que apesar de tudo a amo, mas que não poderíamos mais nos falar porque toda vez que falamos ela me entristece, meu coração se abala e posso pecar contra Deus, deixando de honrar pai e mãe.
Sinto falta do carinho dela, da proteção, enfim.
Porém, oro por ela.
Porque definitivamente não sou eu o problema. Sofri me questionando.
Já pedi perdão a ela por muitas vezes não ter sido uma boa filha. Ela nunca me pede desculpas, acha que não precisa.
Contudo, em alguns comentários aqui, precisamos ter cuidado.
Uns reclamam com razões, outros por raiva ou ódio da suas mães e por motivos que podem não justificar.
Tente perdoar sua mãe. Para o bem do seu coração. Nessa história, falo com pena, elas são as miseráveis infelizes. Não sabem, mas são. Nós somos apenas vítimas delas.
Deus tenha misericórdia de nós e delas. Que Deus arranque de nós essa tristeza, por Jesus nosso Senhor.
Um abraço afetuoso.
A sua avaliação:
Sensato
Bando de fraudinhas de uma geração doente, cheia de mimimi! Quando se lasca aí sabe ir atrás da mãe. Só querem atenção pra si, um bando de adolescente problema precisando se tratar e não de outra mãe ! Certo q não é porq é mãe q tem q ser a melhor pessoa do mundo né ?? Mais a maioria aí é mimimi pra não dizer safadeza... vai ser filha de princesa da Disney q é perfeita!
Anonimo
Olha eu concordaria com vc, mas infelizmente por parte dos filhos não é bem o que vc pensa. Por experiencia prórpria eu lhes digo, é um saco vc não ser respeitado pela sua própria mãe, tanto que eu mesmo não trago mais meus amigos aqui em casa sinceramente por que minha mãe não tem respeitado minhas amizades, e olha que não tenho amigos de má indole, muito menos maconheiro, vagabundo, prostituto e outras cositas más, são amigos de igreja super verdadeiros, respeitosos com vc e super tranquilos, claro que na igreja nem todos são seus amigos, mas são poucos os que tenho de fato. Mas mesmo tendo uma mãe cristã, não me sinto seguro em trazer meus amigos para minha casa devido ao meu posicionamento conservador enquanto pessoa de igreja, o que para ela acaba sendo algo sem sentido. Então, sendo assim, é muito chato no fim das contas, e ai vc é tratado como se fosse adolescente dentro de casa por que vc não pode buscar um "A" de independencia que sua mãe te critica, eu mesmo falei pra ela que iria morar sozinho um dia mesmo não sendo fácil e ela falou que eu não teria futuro pagando meu aluguel, bom, quer saber? Pouco estou me danando com a opinião alheia mesmo, pois é preferível aprender a ter independencia do que ficar por baixo da saia dos outros. VÁ A **** QUEM DISCORDAR, se a pessoa não ajuda, só ficar calada, simples assim.
A sua avaliação:
Thais
E quando a progenitora é narcisista?
A sua avaliação:
Gabriel
Eu não aguento mais (minha mãe), ela não tem compromisso e me atrapalha na hora das minhas atividades, chega do trabalho e me da comida as 2 horas da tarde ou 4. Quando é pra comprar algo pra ela, ela compra sem doer o bolso, agora quando é beneficio pra mim ou arrumar algum defeito do meu corpo ela começa a inventar 1 trilhão de desculpas pra não gastar comigo, se importa mais com meu pai do que comigo, faz conta em tudo que é tipo de coisa, ela não fica em casa quase NUNCA, ela fica falando a mesma coisa umas 30 vezes, e esquece de tudo que é importante pra mim como meu dentista, não deixa a comida pronta antes de ir pro trabalho.

(Meu pai) "não biológico" é outro também (eles tem quase 15 anos de casados), que cara irritante, já dispensou minha mãe toda hora do tipo "se quiser pega suas coisas e mete o pé", só pensa em sexo, não lava nem as roupas, fica me tratando como uma garota, eu adoro quando ele trabalha bastante e não vem pra casa, quando a minha mãe briga com ele, ele quer descontar em mim, nunca em todos meus anos de vida ele me apoiou, fala pra eu namorar com uma garota cedo, manda na minha vida, e fica me irritando, e fica falando mal da minha mãe e de mim pros outros.

(Eu), eu sou completamente mimado desde criança, minha mãe não deixava eu chegar perto do fogão, me viciei em masturbação para aliviar o estresse, só me sinto bem em casa, não consigo dormir no meu quarto "só na sala", eu me irrito muito fácil, não posso sair com meus amigos que minha mãe pensa que eu vou engravidar alguém, me forçam a ir pra igreja mesmo lotado de dever da escola.

Resumo: só tristeza.
A sua avaliação:
anonimo
tenho tantos problemas com a minha mãe que chego a querer morrer, eu não ligo se ela cuidou de mim ou não, o fato é que ela é uma idiota. Meu pai é legal, mas acho que ele não percebe oq realmente acontece nessa casa, e acaba considerando minha mãe uma vítima ou ele simplesmente não liga e apoia minha mãe em tudo. Eu tenho uma irmã que eu confio muito, posso até dizer que se não fosse por ela eu já teria me suicidado. Mas ela é uma criança e tem uma relação boa com a minha mãe, mesmo que eu confie na minha irmã e queira contar pra ela dos meus problemas, não quero acabar com a infância dela. Eu sei que tem muita gente que só briga com a mãe pq ela não deixa fazer o que quer, mas meus problemas são reais, ela faz eu me sentir mal e quando eu choro por isso ela fala para eu parar de fingir. O pior é que ela fica me olhando chorar.
Equipe editorial (Editor/a de Psicologia-Online)
Oi, anônimo. Mais do que falar com alguém, um acompanhamento profissional te ajudaria muito! Um/a psicólogo/a poderá te ajudar a trabalhar as questões que você tem com a sua mãe e angústia que isso te gera. O CVV (Centro de Valorização da Vida) também pode te orientar. Basta ligar gratuitamente para 188.
Um abraço!
Anónimo
Pense em algo pelo qual você sente gratidão. ...
Tentei, mas nn achei nada, tudo q tenho é graças à meu pai.
Perdoe os erros dela. ...
É exatamente isso q o tutorial deveria ensinar
Seja humilde. ...
Humilde, há
Abrace a sua mãe com o coração. ...
Imaginei eu socando a cara dela
Terapia psicológica. ...
Eu tinha...... Ela mandou eu parar
Diferença de gerações.
Vdd, a minha é mais burra, mas é menos idiota, chata e preconceituosa, a dela parece que só tem defeitos, ouvi nada de bom.
3 ANONIMO
MINHA MAE SO ME FAZ SOFRER ELA SO ME MACHUCA E E A MESMA COISA DE VC EU JA QAUSE ME SUICIDEI SO NAO ME SUICIDEI PELA MINHA IRMA PEQUENA JA CHEGUEI AO PONTO DE ME CORTAR EU CHORO TODAS AS NOITES E ELA FALA PRA EU PARAR E IR DORMIR PORQUE SE EU NAO PARAÇE ELA IA ME BATER POXA SO ACONTECE COISAS RUINS COMIGO NENHUM AMIGO MEU PASSOU POR ISSO

A sua avaliação:
leticia lima
minha mãe é um horror
A sua avaliação:
karolina
Minha irmã tem dois filhos um de 8 anos e uma de 3. O menino de 8 diz que odeia ela. Ela só grita e bate. Não tem diálogo. Ele enfrenta e responde. Não aceita ordens. Minha irmã, o marido e ele fazem terapia a um ano e nada adianta. Eu fico com o coração na mão por que não posso fazer nada além de pesquisar matérias como essa e enviar para ela.
A sua avaliação:
Lucas América
Caras vocês Não podem ter ódio da pessoa que te criou te alimentou, amamentou, paga suas contas, e que da o lar dela por vocês, Minha mãe é super chata mais mesmo assim eu a amo como ela tambem me ama.
sabrina
obrigador
Anónimo
Mas você e sua mãe não tem conflitos, minha mãe nn me deu oque tenho hoje, além de que ela é preconceituosa com oque sou, nunca me ajudou como a sua te ajudou
Leyru
Se você nunca passou por situações abusivas que envolvem seus pais, você não pode dizer absolutamente nada que não devemos ter ódio da pessoa que nos criou. Apenas quem passou por situações abusivas entende esse sentimento de ódio que sentimos, você só entenderá se passar por isso.
Leyru
Você nunca entenderia esse ódio que sentimentos se nunca passou por isso
A sua avaliação:
João Domingues__
Minha mãe é um monstro cara! Na frente da minha família ou de amigos ela me chama de louco sendo que o louco ali é ela, me humilha na frente de todo mundo, Não me apoia em nada que eu faço o único momento de paz que eu tenho é quando ela vai trabalhar fora isso ela inferniza minha vida
A sua avaliação:
Lava
a unica parte que presta é a terapia mas de todo jeito obg :/
A sua avaliação:
Jennifer loren
Eu odeio a minha mãe, tudo o q eu falo ou faço ela me critica, e tudo o q ela faz está certo. Ela só vive brigando comigo, fala q sou preguiçosa, n me deixa em paz , enche o meu saco o tempo todo, n aguento mais sinceramente . E outra n me deixa sair nem pra ficar na porta de casa , só vivo presa , meus amigos me chamam pra sair , eu digo sempre a mesma coisa "minha mãe n deixa" , isso é chato muito chato , acho q sou muito infeliz, n me dou bem com minha mãe de forma alguma , e apenas sinto raiva dela.
lala
estou na mesma situação, é horrivel. sinto muito que vc esteja passando por isso
anonimo
pelo menos vc tem amigos, eu nem isso tenho
A sua avaliação:
larissa
minha mae nao entende essa diferenca entre as geracoes, tenho 14 anos e ela nao deixa eu nem beijar, eu sei que parece q sou mto nova, mas quem eh da minha idade vai entender q hj em dia eh super normal, ontem ela fez eu passar vergonha e o menino que eu ia beijar nem quer mais olhar na minha cara pq ficou c medo dela, to morrendo de vergonha
A sua avaliação:
Ranna Lima
Minha mãe é uma chata, é daquelas pessoas que muda na frente dos outros, ela nos criou no mimo dai agora 21 anos depois ela quer que eu saia de casa sendo que toda mãe tem que desde a infância da pessoa preparar para a dificuldade do mundo l, sendo que ela não deixava e agora quer jogar a pessoa mesmo sem a minha vontade. Todos dizem que a melhor amiga da gente é a mãe, mas pra mim a minha melhor amiga é minha vó materna que me criou....
A sua avaliação:
leticia lima
minha me ta sendo uma chata diz q tudo q eu falo ementira
Jullia
Nss a minha é igual ✊
A sua avaliação:
Morena lopes
Odeio minha mãe, ela me põe pra baixo , me chinga a toa e me humilha
A sua avaliação:
batata
obrigado

Odeio a minha mãe, o que fazer?
1 de 2
Odeio a minha mãe, o que fazer?

Voltar ao topo da página