Partilhar

Tipos de meditação e seus benefícios

 
Por Equipe editorial. 24 abril 2019
Tipos de meditação e seus benefícios

Se você quer começar a meditar mas não sabe qual tipo de meditação seguir, está no lugar certo. Nesse artigo de Psicologia-Online você vai descobrir quais são os principais métodos para meditar e conectar com o seu "eu" interior. Existem opções muito diferentes, por exemplo, a meditação budista, vipassana, tongle, zen, entre outros, para você escolher a melhor de todas, continue lendo esse artigo. Descubra os tipos de meditação e os benefícios para começar a melhor viagem de todas: a viagem com seu "eu" interior.

Também lhe pode interessar: Como fazer meditação em casa

Meditação budista

Dentro dos principais tipos de meditação, a meditação budista é a mais conhecida por todos. Trata-se de uma técnica que é considerada como "meditação completa" e tem como objetivo tentar que a mente esteja totalmente concentrada no momento presente, quer dizer, no "aqui e agora".

Esse tipo de meditação tenta controlar a mente assim como as "interferências" que se pode experienciar (pensamentos, sensações, emoções, lembranças, entre outros). O resultado conseguido com essa técnica é de poder ser dono da sua própria mente, assim, não ser escravo de tudo aquilo que é volátil. Reconectar com sua autêntica essência e deixar para trás os pensamentos ou emoções, é o que se pode conseguir com essa prática.

Meditação budista: como fazer

Para conseguir realizar corretamente a meditação budista, as pessoas que começarem essa prática terão que concentrar a atenção na respiração. Apesar de parecer uma bobagem, é bastante complicado estar muito tempo concentrado em algo tão simples como o ato de respirar e, por isso, será consciente da grande quantidade de coisas que acontecem na sua mente sem que você esteja totalmente consciente.

Meditação budista: benefícios

Se você quer conhecer os tipos de meditação e os benefícios, você deve ter em conta que os budistas se concentram em viver o presente. Graças aos ensinamentos de Buda, foi aprendido que uma das causas pelas quais existe sofrimento no mundo é porque as pessoas vivem mais no passado ou no futuro que no presente.

Praticando a meditação budista, você vai conseguir:

  • Relaxar sua mente;
  • Conectar-se com seu interior;
  • Controlar tudo aquilo que é passageiro: os pensamentos, sentimentos, lembranças e etc;
  • Viver o presente de forma mais plena;
  • Ter o controle de você mesmo e das suas reações.

Nesse artigo de Psicologia-Online você pode descobrir técnicas de meditação para iniciantes que irão te ajudar a começar com essa saudável e beneficiosa prática.

Tipos de meditação e seus benefícios - Meditação budista

Tipos de meditação: vipassana

Mais um dos tipos de meditação e os benefícios que vamos analisar é a meditação vipassana. É mais uma das práticas mais populares na atualidade e se conhece como a "meditação penetrante". A causa desse nome tão peculiar se deve ao fato de que essa prática está enfocada a que você seja capaz de ver as coisas tal e como realmente são.

Para isso, essa técnica se baseia na introspecção, que dizer, a pessoa tem que se observar de forma individualizada e conectar-se com a própria mente. Dessa forma, você poderá ser testemunha de tudo que acontece no seu interior e controlá-lo. Quando você tiver esse poder, poderá aprender a eliminar pensamentos negativos que aparecem na sua mente, assim como a presença de sofrimentos.

Meditação vipassana: como fazer

Para começar a meditar de acordo com essa técnica, terá que seguir alguns passos que te ajudarão para isso. O mais recomendável é que você realize um curso, enquanto isso, você pode tentar realizar uma série de hábitos e comportamentos, como os seguintes:

  • Comportamento puro: para poder meditar com a técnica vipassana é essencial que você se afaste das mentiras e também, da atividade sexual para assim, ter a mente totalmente preparada para observar os detalhes.
  • Respiração: você também terá que se concentrar na respiração, como se faz na meditação budista.
  • Observar as sensações: ser consciente das sensações que experiência e, principalmente, se controlar muito e não reagir diante de nenhuma delas. Você deve se converter em espectador de você mesmo.
  • Dar amor e gentilezas: o objetivo desse tipo de meditação é emanar o bem ao mundo e, por isso, você deve se "limpar" e purificar-se para conseguir ter essa atitude positiva para com o mundo.

Meditação vipassana: benefícios

A seguir você vai ver uma lista completa com os benefícios desse tipo de meditação para que entenda porque tem tanto êxito e é tão seguida pelas pessoas:

  • Aprender a controlar os pensamentos e atitudes negativas;
  • Relaxamento;
  • Conexão com a sua autentica essência;
  • Oferecer uma essência mais amorosa e gentil ao mundo.

O que é meditação zen e os benefícios

A meditação "zazen" também conhecida como "meditação zen" é tal e como o nome indica, um tipo de meditação que se pratica sentado. A posição corporal que se deve seguir para essa prática é muito mais estrita que em qualquer outro tipo e, para fazê-la corretamente, você deve ter em conta algumas premissas:

  • Deve estar sentado no chão com a coluna reta durante todo o exercício;
  • O queixo deve estar em direção ao chão;
  • As mãos devem estar colocadas sobre o ventre;
  • Os olhos devem estar abertos e focados para baixo durante toda a meditação.

Essa é uma técnica que está pensada para pessoas que já têm alguma experiência em meditação, pois exige bastante concentração.

Meditação zen: benefícios

Também é um tipo de prática meditativa que concentra a atenção na respiração e na observação de tudo o que acontece na mente. Por isso, os benefícios são os seguintes:

  • Relaxamento, tranquilidade mental e física;
  • Conectar com o seu interior;
  • Maior controle das suas emoções e pensamentos;
  • Aprender a viver o presente.
Tipos de meditação e seus benefícios - O que é meditação zen e os benefícios

Tipos de meditação: tonglen

A meditação tonglen é mais um dos tipos de meditação bastante popular, tem como base a meditação budista mas com influências tibetanas. A característica mais especial dessa prática é que a pessoa deve se conectar no sofrimento interior para conseguir superá-lo. Nessa meditação não se pode fugir da dor, se não, encará-la e fazer com você seja mais forte que a dor.

É por esse motivo que esse tipo de meditação é perfeito para conseguir superar qualquer obstáculo que tenha encontrado na vida. Uma técnica que te ajudará a aceitar o sofrimento e principalmente, superá-lo cultivando uma atitude positiva e benéfica para você.

Tipos de meditação: dzogchen

A meditação dzogchen também se relaciona com a meditação budista tibetana. Trata-se da prática que é realizada pelo famoso Dalai Lama, pretende que a meditação seja muito natural e que o estado meditativo seja natural e habitual no ser humano.

Por esse motivo, na meditação dzogchen não é necessário realizar nenhuma respiração especial e nem pronunciar nenhum mantra. Esse tipo de prática pode ser realizada de olhos abertos e o objetivo principal é muito fácil e simples, você deve se dar conta do grande poder que existe no seu interior. O lema dessa prática é: "Apenas respirando, apenas sentindo, apenas sendo".

Tipos de meditação e seus benefícios - Tipos de meditação: dzogchen

Tipos de meditação: outros

Se você quer conhecer outros tipos de meditação e os benefícios, a seguir vamos mencionar outras práticas que cada vez mais são conhecidas pelo público em geral. São as seguintes:

Meditação mantra

Os mantras são cânticos sagrados mediante o qual a pessoa que os emite pode chegar a um profundo estado meditativo. Esses cânticos conseguem fazer vibrar as cordas vocais e, esses sons, também emitem ondas vibratórias na mente, por isso, é possível conseguir uma meditação completa e mais profunda.

Meditação kabbalah

Essa é uma meditação religiosa que era praticada por um ramo do judaísmo. Mediante essa prática se acreditava que era possível estar mais próximo de Deus, por isso, para alcançá-lo visualizavam o Ser Supremo.

Meditação chakra

Nesse tipo de meditação se trabalham os chakras, quer dizer, os pontos energéticos que as pessoas têm distribuído no corpo. Nessas práticas, o que se faz é visualizar os chakras como espirais energéticos que vão se expandindo por todo o corpo. Costumam ser meditações guiadas e conseguem melhorar o fluxo energético do corpo e aliviar qualquer mal estar.

Meditação transcendental

Por último, outro tipo de meditação muito popular e que teve grande êxito nos anos 60 é a meditação transcendental. Para praticá-la é necessário repetir um mantra e deve ter que fazer duas vezes ao dia durante uns 20 minutos, para conseguir benefícios como calma espiritual, otimismo, relaxamento e emanar boas energias ao universo.

Meditação tântrica

O objetivo principal desse tipo de meditação é fazer com que o ser humano alcance o desenvolvimento total, trona-se mais gentil, feliz e livre de sofrimentos e emanando boas energias ao mundo e a todas as outras pessoas.

Meditação Taoista

É um tipo de meditação oriunda da China. Para realizar é necessário ter atenção a respiração e fazer movimentos lentos com o objetivo de fortalecer corpo e mente cultivando as boas energias.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de meditação e seus benefícios, recomendamos que entre na nossa categoria de Meditação e relaxamento.

Escrever comentário sobre Tipos de meditação e seus benefícios

O que lhe pareceu o artigo?

Tipos de meditação e seus benefícios
1 de 4
Tipos de meditação e seus benefícios

Voltar ao topo da página