Psicologia clínica

Beber água em excesso: o que é a potomania

 
Andrea Fernández García
Por Andrea Fernández García. 8 março 2022
Beber água em excesso: o que é a potomania

Deve-se considerar a potomania ou vício em água como um transtorno? Infelizmente não existem dados exatos da incidência da potomania, seja em países desenvolvidos, seja a nível mundial. O que podemos afirmar com certeza é que mesmo que a água seja necessária e saudável, todo excesso pode ser nocivo para nossa saúde.

É verdade que, às vezes, ficamos obcecados e colocamos atenção demais em levar uma vida totalmente saudável, chegando a ultrapassar alguns limites sem nem nos darmos conta disso. Se te chamou a atenção e você quer saber mais sobre a potomania, continue lendo! Neste artigo de Psicologia-Online te falamos sobre beber água em excesso: o que é a potomania, para que você saiba como distingui-lo de outros transtornos.

Índice
  1. O que é potomania
  2. Sintomas da potomania
  3. Causas da potomania
  4. Tratamento da potomania
  5. Consequências da potomania
  6. Diagnóstico diferencial da potomania

O que é potomania

A potomania consiste em uma desordem do comportamento que envolve a necessidade imperiosa de beber água em excesso e, na sua ausência, qualquer outro líquido. Achard e Ramon (1905) foram os primeiros em detectar a clínica deste transtorno, denominando-o em um início: neurose da sede ou proximidade da sede.

É difícil situar este transtorno em uma das categorias do sistema diagnóstico tradicional. A potomania é considerada geralmente como um transtorno do comportamento alimentar não especificado (TANE). De forma ampla, se trataria de uma desordem de ansiedade (polidipsia neurótica).

Mesmo que, pela forma característica pela qual se manifesta, poderia ser considerada um transtorno do controle do impulso ou uma desordem obsessiva-compulsiva. Por isso é importante um bom diagnóstico diferencial em casos de potomania.

Beber água em excesso: o que é a potomania - O que é potomania

Sintomas da potomania

Se você se pergunta "Como detectar a potomania?", coloque sua atenção nos seguintes sintomas do vício em beber água em excesso que podemos observar em pessoas com este problema:

  • Ingestão de água que pode oscilar entre 8 e 15 litros.
  • Comportamentos compensatórios.
  • Sintomatologia ansiosa.
  • Sentimento de culpa.
  • Comportamentos muito restritivos.
  • Sentimento de angústia.
  • Irritabilidade.
  • Urinar com muita frequência.

Causas da potomania

Não existe um fator único que determine a causa da potomania e outros TCA, como sempre, é devido à interação entre genética e ambiente e neste caso, certamente o ambiente tem um peso bastante maior.

Os transtornos do comportamento alimentar, como o do vício em água, costumam aparecer na etapa da adolescência, com uma maior predominância em mulheres entre 12-18 anos. Se sabe que na adolescência começam a se experimentar mudanças de ordem física, psicológica, social, biológica e fisiológica.

Aparecem inseguranças e situações que escapam do controle dos/as jovens. As mudanças hormonais nas meninas podem provocar maior mudança física e aumento de peso em certas etapas do ciclo menstrual, o que as pode fazer mais propensas a esta classe de doenças.

Por outro lado, devemos ter presente as pressões sociais às quais os/as jovens são submetidos/as com as redes sociais. Corpos "perfeitos e de modelo" que originam pressão e dissonância, por gerarem uma imagem distorcida de seus corpos.

A falta de informação ou a deficiência de certas informações pode levar as pessoas à prática de comportamentos não saudáveis.

Alguns fatores concretos que podem desencadear na aparição da potomania ou vício em beber água em excesso são:

  • Os transtornos de ansiedade.
  • Desordem da personalidade.
  • Quadros delirantes.
  • Sintomas "histéricos".
  • Alterações no funcionamento do hipotálamo. O hipotálamo é a parte do cérebro encarregada da percepção de sede, um mal funcionamento deste mecanismo poderia desencadear em episódios de potomania.
Beber água em excesso: o que é a potomania - Causas da potomania

Tratamento da potomania

Neste caso, o tratamento da potomania ou vício em beber água em excesso seria o mesmo que utilizaríamos em casos de TCA (transtornos de comportamento alimentar), já que são estes comportamentos os que são alterados.

  • Tratamento psicológico: a nível psicológico, a terapia que até agora mostrou uma maior eficácia é a terapia cognitiva. Na qual se prioriza a reestruturação cognitiva pelos pensamentos negativos associados à imagem corporal.
  • Restrição da ingestão: outra técnica que demonstrou eficácia no tratamento da potomania, seria restringir a ingestão de líquidos a 1 litro diário, e manter os pacientes, no caso de internação, em quarto quente depois das refeições, como foi feito com outro tipo de TCA. Isto reduz sua ansiedade e nível de atividade.
  • Tratamento com psicofármacos: em casos extremos de vício em água, poderia se tratar com psicofármacos para reduzir os níveis de ansiedade.

De qualquer forma, sempre é importante conhecer as causas de potomania concretas de cada caso para poder aplicar o melhor tratamento. Por isso recordamos que este artigo é meramente informativo. Aqui no Psicologia-Online não pretendemos fazer um diagnóstico nem recomendar um tratamento. Te convidamos a procurar um/a psicólogo/a para que trate seu caso em particular.

Consequências da potomania

Quais órgãos a potomania afeta? Ao beber grandes quantidades de água, pode ocorrer uma hiper-hidratação em nosso corpo, o que poderia levar nosso organismo a produzir uma excessiva diluição de sódio no sangue causando hiponatremia e outras alterações endócrinas.

Agora, o que a potomania causa em caso de hiponatremia? Se aparece de forma paulatina, podemos notar os seguintes sintomas:

  • Letargia ou falta de concentração.
  • Alteração do equilíbrio interno, o qual aparece de maneira abrupta.
  • Vômitos e problemas com o equilíbrio.
  • Convulsões.
  • Síndromes confusionais ou até mesmo coma.
  • Morte nos casos extremos.
Beber água em excesso: o que é a potomania - Consequências da potomania

Diagnóstico diferencial da potomania

Ajuriaguerra (1976-1982) aponta que o diagnóstico diferencial do vício em beber água em excesso deve ser muito cuidadoso e eliminar qualquer causa orgânica, antes de poder concluir com o diagnóstico de potomania. Deve eliminar-se a possibilidade de que se trata de uma das síndromes poliuro-polidíptico (diabetes mellitus, diabetes insípida nefrogênica, etc.) de etiologia orgânica.

Cabe dizer é especialmente delicado o diagnóstico diferencial entre diabetes insípida sem clara modificação orgânica e a potomania. Portanto, a primeira coisa que devemos descartar é qualquer causa orgânica que possa ter como resultado um aumento na ingestão de água.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Beber água em excesso: o que é a potomania, recomendamos que entre na nossa categoria de Psicologia clínica.

Referências
  1. American psychiatric association, (2014). Manual diagnóstico y estadístico de los trastornos mentales DSM – 5. Madrid, España. Editorial medica panamericana.
Bibliografia
  • del Águila, M. Á., Sánchez, M. P., & del Águila, E. (2017). Identificación de los distintos tipos de trastornos alimenticios y sus características. Salud y cuidados durante el desarrollo, 1(1), 27-32.
  • Macià, D., (1985). Tratamiento conductual-cognitivo de un caso de potomanía. Análisis y Modficación de Conducta, 11(29), 471-481.
  • Martínez, A. G., López-Espinoza, A., Navarro, M., López-Uriarte, P., & Salazar, J. G. (2014). Trastornos de la conducta de beber: una propuesta de investigación. Revista mexicana de trastornos alimentarios, 5(1), 58-69.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 4
Beber água em excesso: o que é a potomania