menu
Partilhar

Emoções primárias: quais são, tipos e funções

 
Por Sonia Silgado, Psicóloga. 18 maio 2021
Emoções primárias: quais são, tipos e funções

Os seres humanos podem chegar a sentir uma série de emoções. Dentro destas existem algumas que são consideradas primárias, que, de acordo com o autor, são cinco ou sete. São consideradas primárias porque são estados de humor automáticos que cumprem uma função adaptativa diante das diferentes situações. Normalmente estas emoções se devem a pensamentos, recordações, desejos, situações...

As emoções provocam certas mudanças em nosso corpo, como o rubor ou a palidez do rosto, os ritmos respiratório e cardíaco são alterados, os movimentos viscerais param momentaneamente.

Você está perguntando quais são as emoções primárias, seus tipos e suas funções? Se esse é o caso, continue lendo este artigo de Psicologia-Online para entender.

O que são as emoções primárias

Para que uma emoção seja considerada primária, ela deve cumprir uma série de requisitos:

  • Ter um substrato neural específico e que a diferencie do resto. Isto é, os neurônios adequados estão envolvidos.
  • Que a expressão facial que tal emoção representa seja característica e distintiva.
  • Que os sentimentos subjacentes à emoção, ou seja, os pensamentos e a forma como nos sentimos, sejam característicos de tal emoção.
  • Possui um fim evolutivo e de sobrevivência.
  • Tem funções adaptativas diante de determinada situação.
Emoções primárias: quais são, tipos e funções - O que são as emoções primárias

Quais são as emoções primárias:

A seguir veremos quais são as emoções primárias e suas funções. Explicaremos as emoções primárias uma a uma, os tipos e para que servem.

Surpresa

É a emoção primária de duração mais breve. Nem todos os autores a consideram uma emoção primárias, dado que não cumpre com todos os requisitos mencionados. Trata-se de uma reação emocional diante de uma situação inesperadas, como uma festa surpresa, por exemplo. Seu limite no tempo é determinado pelo momento em que a emoção seguinte aparece. A surpresa é considerada uma emoção neutra, isto é, não é negativa nem positiva.

Função da surpresa

Sua função principal é fazer com que o sistema nervoso se ajuste a uma mudança imprevista no meio ambiente, eliminando para isso as possíveis interferências que poderiam aparecer.

Nojo

Foi uma das primeiras a ser considerada emoção primária e cumpre com todos os requisitos. Trata-se de uma reação de repulsa diante de diferentes estímulos, por exemplo, diante de uma comida que não nos agrada ou nossa reação ao ver um banheiro público. O nojo pertence ao grupo de emoções negativas.

Função do nojo

Possui diferentes funções, sendo a mais básica delas nos afastarmos de situações potencialmente prejudiciais. Além disso, potencializa os hábitos saudáveis como a higiene pessoal. Ademais, tem uma função social, já que inibe certas reações que poderiam colocar em perigo nossa integração social.

Medo

Esta emoção primária se trata de uma forma de nos alertar que um perigo se aproxima para o qual talvez não estejamos preparados. O medo é despertado diante de um estímulo que nos faz antecipar tal perigo (por exemplo, um barulho a noite em nossa casa). Pertence, da mesma forma que o nojo, ao grupo das emoções negativas.

Função do medo

Suas funções são claramente adaptativas. De fato, ajuda com que o sujeito realize algum comportamento para se distanciar do possível perigo, promovendo comportamentos de fuga e evasão, nos previne de enfrentar situações perigosas. Além disso, ajuda para que se atue em grupo diante de um perigo e que dentro deste grupo se estabeleçam hierarquias.

Alegria

A alegria é considerada uma emoção primária de tipo positivo. É associada a sentimentos positivos como o prazer e a euforia, e a supressão de sentimentos negativos. Se produz, portanto, uma sensação de calma e bem-estar.

Função da alegria

Sua função é adaptativa, já que promove a repetição de uma atividade ou de um comportamento devido à sensação de recompensa que provoca por ser uma emoção prazerosa. Além disso, facilita a união social e o planejamento do futuro.

Tristeza

Esta emoção primária está no grupo das emoções negativas. Diminui a energia e a motivação e reduz o metabolismo e aumenta o isolamento social. A tristeza surge devido a aparição de uma situação prejudicial emocionalmente.

Função da tristeza

Responde ao instinto de sobrevivência, já que nos alerta de uma situação prejudicial. Além disso, promove a busca de apoio social.

Raiva

Trata-se de uma emoção negativa que prioriza o envio de sangue às mãos e pernas. Os níveis de adrenalina são elevados. A raiva é associada com a hostilidade, a fúria e nos casos mais extremos, com um ódio patológico e permanente.

Função da raiva

A preparação para situações extremas tem a finalidade de nos preparar para podermos nos defender diante de um possível perigo. Isto é, responde ao instinto de sobrevivência. Em alguns casos, promove a união do grupo, já que a raiva também se desenvolve com o fim de defender um terceiro.

Amor

O amor é outra das emoções primárias e não deve ser confundido com o conceito de amor romântico.

Função do amor

Sua função principal é a reprodutiva e a perpetuação dos próprios genes. Atualmente, cumpre uma função social e de suporte emocional.

Círculo de emoções primárias e secundárias

Como falamos, existem várias teorias sobre as emoções e diferentes classificações. Alguns autores que classificam as emoções são Daniel Goleman, Paul Ekman e Robert Plutchik.

Neste artigo você pode ver os diferentes tipos de emoções e sentimentos. E a seguir mostramos com uma imagem toda esta variedade de reações e estados afetivos.

Emoções primárias: quais são, tipos e funções - Círculo de emoções primárias e secundárias
Imagem: Reprodução/Yolanda Cuevas Ayneto

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Emoções primárias: quais são, tipos e funções, recomendamos que entre na nossa categoria de Emoções.

Bibliografia
  • Ekman, P., & Oster, H. (1981). Expresiones faciales de la emoción. Estudios de psicología, 2(7), 115-144.
  • Izard, C. E. (1991). The psychology of emotions. Springer Science & Business Media.
  • Maffía, D. H. (2005). Conocimiento y emoción. Arbor, 181(716), 515-521.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Emoções primárias: quais são, tipos e funções
Imagem: Reprodução/Yolanda Cuevas Ayneto
1 de 3
Emoções primárias: quais são, tipos e funções

Voltar ao topo da página