menu
Partilhar

Qual é a diferença entre emoções primárias e secundárias?

Qual é a diferença entre emoções primárias e secundárias?

As pessoas são capazes de expressar uma variedade de emoções adaptadas para qualquer tipo de situação. Essas nos ajudam a mostrar aos demais como nos sentimos e também nos ajudam a identificar os diferentes tipos de situações, para nos permitir avaliar e agir de acordo. Tanto as positivas, como a alegria, como as negativas, como a tristeza ou a raiva, são essenciais para nós e fazem parte de nossa integração e sobrevivência no mundo.

Diversos autores estudaram as emoções e chegaram a um consenso na hora de classificá-las em dois grupos: as emoções primárias e as emoções secundárias. Entender tudo sobre as emoções é o primeiro passo para conquistar uma ótima gestão emocional.

Por isso, iremos averiguar o que são e quais são as emoções primárias e as emoções secundárias. Depois veremos qual é a diferença entre emoções primárias e secundárias, continue lendo este artigo de Psicologia-Online.

O que são as emoções primárias

Para que uma emoção seja considerada primária, deve cumprir uma série de requisitos. As características das emoções primárias, também chamadas emoções básicas, são as seguintes:

  • Deve ser universal, isto é, existir em todas as partes do mundo.
  • Reconhecível de primeira: sua forma de expressão deve ser totalmente identificável.
  • Pontual, ou seja, é produzida em um momento específico.
  • Deve ter repercussões físicas. Isto significa que a emoção deve causar algum tipo de efeito no corpo como, por exemplo, aumentar o ritmo cardíaco, produzir ressecamento bucal ou gerar tensão nos músculos.

Não há um acordo sobre quais são as emoções que entrariam nesta classificação. Algumas delas são as seguintes:

No entanto, outros autores adicionariam emoções como o amor. Além disso, ocorrem de forma automática, não há uma reflexão prévia, porque não se devem aos pensamentos, mas sim as situações que nos rodeiam.

O que são as emoções secundárias

Por sua vez, as emoções secundárias surgem a partir da combinação das primárias, do mesmo modo que ocorre com as cores primárias e secundárias. Em geral, há um grande desacordo sobre sua classificação, mas a maioria dos autores são a favor de que entre as emoções secundárias universais se encontrem:

  • Vergonha;
  • Culpa;
  • Orgulho;
  • Prazer;
  • Ciúmes.

Este tipo de emoções fomenta o autoconhecimento e a identidade pessoal, e são as que fazem com que nosso caráter se diferencie do dos outros e aparecem aos 2 ou 3 anos de idade, quando começamos a ter certa consciência. Devido a este peso que possuem na hora de nos identificarmos como pessoas, possuem um peso sobre a autoestima e sobre a forma com que consideramos a nós mesmos.

Tanto no caso das emoções primárias, como no das emoções secundárias, é conveniente evitar reprimi-las, já que poderia trazer graves consequências, fazendo com que a pessoa acabe tendo uma "explosão emocional".

Diferenças entre as emoções primárias e secundárias

As diferenças principais entre as emoções primárias e secundárias são:

  • Como bem dizíamos, as emoções secundárias resultam da combinação das primárias, mas além disso existem outras muitas diferenças entre as emoções primárias e secundárias.
  • As emoções primárias são inatas no ser humano, isto é, as temos desde que nascemos e são iguais em todas as pessoas. Fazem parte de nossa genética. Se pararmos para observar, um bebê pode expressar se está feliz ou triste, ou até mesmo se está com medo ou se não gosta de uma comida. No entanto, não tem a capacidade de sentir vergonha ou orgulho. Isto se deve ao fato de que possui as primárias de forma inata, enquanto que as emoções secundárias ele aprende das pessoas de seu entorno e de sua cultura.
  • Já com as emoções secundárias ocorre o contrário: são aprendidas com o tempo e até os 2 ou 3 anos de idade geralmente não começam a se expressar. Mesmo que algumas sejam universais, sua expressão pode ser diferente nas diferentes culturas, assim como a forma com que são percebidas (se são positivas ou negativas) e até mesmo pode haver uma emoção secundária em uma cultura que não exista em outras.
  • Por um lado, as emoções primárias surgem com rapidez e se vão com a mesma rapidez, enquanto que as secundárias podem perdurar mais no tempo. As primárias surgem na raiz de um estímulo concreto. Já as secundárias, geralmente são produzidas devido a determinados pensamentos que cada um de nós temos.
  • Além disso, outra das diferenças é sua utilidade, isto é, enquanto que as primárias possuem uma função de sobrevivência, as secundárias não possuem essa função.

Se você quer saber mais sobre o tema, te recomendamos ler sobre o que são as emoções aflitivas, os tipos de emoções que existem e a teoria de Daniel Goleman, um dos autores mais relevantes na pesquisa das emoções.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual é a diferença entre emoções primárias e secundárias?, recomendamos que entre na nossa categoria de Emoções.

Bibliografia
  • Dalai Lama, T. G., & Ekman, P. (2008). Emotional awareness: Overcoming the obstacles to psychological balance and compassion: A conversation between the Dalai Lama and Paul Ekman. Times Books/Henry Holt and Co.
  • Plutchik, R. (1980). A general psychoevolutionary theory of emotion. In Theories of emotion (pp. 3-33). Academic press.
  • Plutchik, R. (2003). Emotions and life: Perspectives from psychology, biology, and evolution. American Psychological Association.
  • Plutchik, R. E., & Conte, H. R. (1997). Circumplex models of personality and emotions (pp. xi-484). American Psychological Association.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Maria Salete Pereira
Muitas vezes não encontramos uma forma de apôio emocional no outro, talvez por falta de confiança. Como adiquirí-la?
A sua avaliação:
Jotta Müller
Wow, excelente explicação. Simples, porém, profundo. Sintético, porém, instigador. Quero aprofundar este conhecimento. Parabéns ai autor e aos gestores.

Qual é a diferença entre emoções primárias e secundárias?
Qual é a diferença entre emoções primárias e secundárias?

Voltar ao topo da página